Catarina Couto

Iniciou os seus estudos na Escola Superior de Tecnologias e Artes de Lisboa, onde frequentou o curso de Jazz e Música moderna, aluna de Joana Espadinha, António Quintino, Margarida Campelo e André Santos. Entre 2013 e 2015 fez o Curso de Voz no Hot Clube (Escola de Jazz Luiz Villas Boas). Neste curso trabalhou com Paula Oliveira, Vânia Fernandes, Nelson Cascais, Nuno Costa, Eng. Bernardo Moreira. Trabalhou teoria com o professor César Cardoso, com quem desenvolveu o gosto pelo ensino da música, em especial da teoria do Jazz. Enquanto terminava o curso no Hot Clube, entrou na Universidade Lusíada de Lisboa, onde obteve o grau de licenciatura em Jazz e Música Moderna, em 2018. Trabalhou com professores como Massimo Cavalli, Joana Machado, Vasco Mendonça.

Durante os anos de licenciatura, teve a oportunidade de frequentar diversas masterclasses com músicos de todo o mundo, como Rogério Botter Maio, Eric Ineke, Rino Cirinnà, Anna Lundqvist, Martin Olsson. Durante os anos de licenciatura, trabalhou, juntamente com o atual coordenador para que a universidade desse início ao Coro de Jazz, que hoje faz parte do currículo do curso. Sempre teve interesse no trabalho vocal feito em coro, onde baseou todo o seu projeto final de licenciatura.

Faz parte do coro de Gospel, liderado pelo cantor Paulo Ramos. Tem uma banda, onde é vocalista juntamente com Pedro Brito (guitarrista), Duarte Fernandes (baterista) e Luis Rosa (baixista), os STACAT, com quem já tocou no Casino de Lisboa e fez alguns concertos. Ainda com o guitarrista Pedro Brito, trabalha num projeto de Fado, com que faz concertos regulares. Por fim, faz parte de um projeto musical, os Poetas da Alma, uma fusão de fado, jazz, bossa nova, flamenco. Este projeto inclui os músicos Júlio Vilela, Zeca Neves, Dinis Oliveira e Duarte Fernandes.

É professora de Canto e iniciação ao piano na VoZes em ConSerto – Academia de Canto e Performance, desde 2018.

quero experimentar!